Bandeja Mar

As primeiras sementes de mogno africano chegaram ao Brasil através de um cônsul da Costa do Marfim que presenteou aos pesquisadores da Embrapa, órgão de pesquisas florestais, no Pará, predizendo que seria o Ouro Verde do País.

Por suas características de crescimento relativamente rápido em comparação com outras madeiras de lei, seu incremento de massa produtiva, e suas excelentes características físico-mecânicas, o mogno africano Khaya ivorensis tem se tornado a melhor opção para os plantadores de florestas do Brasil e para investidores nacionais e estrangeiros. Além de todos os fatores econômicos a madeira tem se mostrado de fácil manuseio e encantado à indústria moveleira, à indústria de pisos e de laminados. Vários testes estão sendo feitos com o mogno africano em toda a cadeira de aproveitamento já trilhado pelas mais nobres madeiras do mundo. Cada vez mais a excelência do mogno africano Khaya Ivorensis, sua beleza incomparável quanto à cor e ao desenho natural vem evidenciando a preferência por esta espécie, mas acima de tudo é uma madeira limpa. Por ser uma madeira de espécie exótica no Brasil, sua procedência é sempre de florestas plantadas que buscam ser certificadas.

Descrição

Ano: 2016

Design: Paulo Alves

Dimensões (LxPxA): 45 x 60 x 3 cm

NÃO DISPONÍVEL
NÃO DISPONÍVEL
NÃO DISPONÍVEL

Newsletter

Inscreva-se e receba nossos conteúdos e promoções.

Nós não vendemos ou enviamos seus dados para outro lugar. Você pode se desinscrever na hora em que desejar